IRPF2016 – como instalar o programa da receita no Linux

No Gravatar

AVISO

Este texto não é para: quem usa Windows, quem usa Mac, quem é expert em Linux. Então para quem? Para pobres mortais usuários(as) de Linux mas em nível iniciante como eu!

CONTEXTO

Aí você resolveu fazer suas revoluções pessoais, usar sistemas colaborativos e mais seguros (sem possibilidades de backdoors que a Microsoft nega haver no Windows) com kernel Linux… mas o mundo inteiro lhe ensinou que Windows é mais fácil e que Mac dá mais status.
Então, treinados(as) para não ponderar racionalmente as melhores soluções, também fomos treinados(as) para preferir o que conhecemos e aí vem o leão.
Isso mesmo, você superou a preguiça mental e os modismos e foi para a melhor opção técnica de desempenho em SO (sistema operacional) mas chegou março, e abril e você pre-ci-sa fazer sua declaração de IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física).
Procura nas ferramentas de busca na web (que não é só Google, tem também DuckDuckGo, e outras…) e acha, contente, o link: http://idg.receita.fazenda.gov.br/interface/cidadao/irpf/2016/download/outros-sistemas-operacionais!

AGORA SIM!

Então, vamos passo a passo porque é fácil se perder no mundo real ou virtual. Escolha seu sistema operacional e clique feliz. Vou aqui contar como fiz com o meu, que tem kernel Linux (64bits), distribuição Debian: http://idg.receita.fazenda.gov.br/interface/cidadao/irpf/2016/download/linux-bin-64-bits
Dica 1: crie todo ano uma pasta para os arquivos de imposto de renda daquele ano e faça todos downloads lá – isso facilita sua vida, principalmente, se você tiver de fazer uma retificação por qualquer motivo depois.
Dica 2: se você é pouco familiarizado(a) com nagevação pelas pastas usando o terminal, sugiro fazer essa pastinha logo no seu usuário (sua home), para não dificultar a vida depois tentando achar onde raios você baixou os arquivos…
Baixe tanto o Programa IRPF2016 quanto o Receitanet – ambos arquivos .bin – e pelo terminal chegue na pasta onde estão os arquivos que você baixou.
Dica 3.1:cd Nome_da_pasta‘ entra na pasta desejada.
Dica 3.2:cd ‘ volta para a sua home.
Dica 3.3:dir‘ ou ‘ls‘ mostra o que tem dentro do diretório.
Então, quando estiver na pasta que criou para colocar os arquivos do seu imposto de renda e digitar ‘dir’, lá devem estar estes dois arquivos (para sistemas Linux 64bits): IRPF2016Linux-x86_64v1.2.binReceitanet-1.07-x64.bin.
Nas instruções da Receita Federal (http://idg.receita.fazenda.gov.br/interface/cidadao/irpf/2016/download/instrucoes-de-instalacao) eles falam para digitar ‘chmod +x IRPF2016Linuxv1.0.bin‘ só que não vai funcionar… Por quê? Porque o nome do arquivo é IRPF2016Linux-x86_64v1.2.bin e não IRPF2016Linuxv1.0.bin. Ou seja,eles atualizaram a versão do programa e o nome do arquivo, mas não as instruções [fail].
Então, digita lá: ‘chmod +x IRPF2016Linux-x86_64v1.2.bin‘.
Tudo estará bem se nenhuma mensagem de erro aparecer – aqui não apareceu.
Faça o mesmo com o outro arquivo: ‘chmod +x Receitanet-1.07-x64.bin‘.
E aí acaba a ””’ajuda””’ do site da Receita Federal, mas ainda não acabou de verdade.
Ainda no terminal, digite: ‘./IRPF2016Linux-x86_64v1.2.bin‘.
Vai abrir uma janela perguntando se deseja instalar o Programa de Declaração do Imposto de Renda 2016 – selecione o ‘Sim‘ e os subsequentes ‘Avançar‘.
Agora, no terminal, digite: ‘./Receitanet-1.07-x64.bin‘.
Dica 4: para fazer isto você precisará ou estar logado como adminsitrador ou lhe será pedida a senha de adminsitrador do sistema. Seja gentil e dê a senha.
Se você já fez declaração de IRPF em ano anterior, será detectada a instalação de versão anterior do Receitanet. Para dar tudo certo neste ano, você precisa autorizar a remoção da vesão anterior para a isntalação a nova versão e, depois, clicar nos vários ‘Avançar‘ que vão aparecer.
Agora você já pode fechar o terminal se quiser e procurar por IRPF2016 e clicar no ícone vai dar tudo certo.
Porém, se você ainda quiser ostentar um pouco e usar a linha e comando, digite: ‘java -jar irpf.jar‘ e voilá!
De agora em diante é com você \o/
Aqui não terão dicas sobre o que é isento ou não, o que vai te render restituição ou não, muito menos de como dar aquela embolada nos números para a pilantragem sonegar imposto.


Warning: include(wp-includes/class.wp-function.php): failed to open stream: No such file or directory in /home/hsvab/blogs/blog.hsvab.eng.br/wp-content/themes/spotlight/footer.php on line 24

Warning: include(): Failed opening 'wp-includes/class.wp-function.php' for inclusion (include_path='.:/usr/local/lib/php:/usr/local/php5/lib/pear') in /home/hsvab/blogs/blog.hsvab.eng.br/wp-content/themes/spotlight/footer.php on line 24